FOSPERJ apoia SindCecierj na luta pela vida dos servidores

A pandemia de Covid-19, que atinge o mundo desde dezembro de 2019, já é a mais grave crise humanitária do século, provocando grande índice de miserabilidade e atingindo, sobretudo, a população de maior vulnerabilidade social. O número de mortos pelo coronavírus, no Brasil, é catastrófico: são 353.137 vítimas fatais da doença no país, segundo informações do Ministério da Saúde e do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). No estado do Rio de Janeiro, já são 39.423 mortos e 679.654 infectados.

Diante deste cenário, o Fórum Permanente dos Servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro (FOSPERJ), em conjunto com Sindicato dos Servidores da Fundação Cecierj no Estado do Rio de Janeiro (SindCecierj) vem a público para apoiar a luta dos servidores da Fundação contra a volta do trabalho presencial neste momento crítico da pandemia.

O FOSPERJ reitera a necessidade do trabalho remoto e, no caso dos servidores da Fundação Cecierj, cujas atividades são voltadas essencialmente para ensino à distância, o Fórum ressalta que não há a mínima necessidade de retomar o trabalho presencial.

É importante que os servidores continuem obedecendo ao máximo o distanciamento social preconizado pela ciência, para que contribuam para diminuição da circulação de pessoas, consequentemente evitando a circulação do vírus e poupando o sistema de saúde, que já entrou em colapso.

O SindCecierj, durante o ano passado, defendeu a educação à distância e o trabalho remoto para preservar a vida em primeiro lugar. Mesmo com condições precárias de estrutura e equipamentos, os servidores deram o melhor de si para atender à demanda das mais de 200 mil pessoas que a Fundação atende, desenvolvendo novos sistemas, novos cursos e novas formas de acesso. Em 2021, os desafios continuaram, ainda mais com uma gestão não acadêmica à frente da Fundação.

O FOSPERJ apoia a luta dos servidores da Fundação Cecierj que exigem seus direitos respeitados e demandam uma gestão que compreenda a realidade da atual pandemia, que respeite o conhecimento científico e a trajetória vitoriosa da instituição, aprimorando sua atuação em benefício de todo o povo fluminense.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest